2017 Vinhos Sabbatini de São Roque - SP

  • Wix Twitter page
  • Wix Facebook page
AVENTURA


Já para quem gosta de aventura, o Morro do Saboó tem mais de mil metros de altitude e uma vista deslumbrante. Além de São Roque, dá para observar as cidades vizinhas Mairinque e Araçariguama.

Para chegar até lá, é preciso pegar a saída 54B no sentido capital/interior da rodovia Castelo Branco (SP-280) e seguir em direção a São Roque – há uma placa de acesso surge depois de 5 km. Uma pista asfaltada, seguida por um pequeno trecho de terra, leva até o pé do morro. Daí em diante, deve-se caminhar por cerca de meia hora para chegar ao topo do mirante.

Quem quiser visitar a cidade pode utilizar dois caminhos, as rodovias Presidente Castelo Branco (SP-280) e Raposo Tavares (SP-270).

Do Portal do Governo do Estado

FILOSOFIA

"Hoje continuamos mantendo a tradição na produção do bom vinho.

No início a uva era amassada com os pés, as pessoas entravam numa tina pisavam na uva e depois o líquido ia para a fermentação até se transformar no vinho. Com a modernização nos dias atuais tudo é feito com máquinas". Comenta Alvi Sabbatini sobre a qualidade dos vinhos que são apreciados por um bom público.

EVENTOS

Os Vinhos Sabbatini estão sempre nos grandes eventos da cidade como as Festas de Agosto que comemora o aniversário de São Roque e o Dia do Santo Padroeiro, evento que dura duas semanas.

Outro evento importante é a EXPO SÃOROQUE que conta com a participação dos produtores de vinhos e de outros produtos da cidade como a Alcachofra, A festa acontece no mês de outubro.

NOSSOS VINHOS

Na adega em São Roque o cliente encontra Vinho Tinto Seco Bordô, Vinho Tinto Suave Bordô, Vinho Branco Seco, Vinho Branco Suave, Licoroso e outros.

Os Vinhos Sabbatini são muito procurados por paulistanos e também conta com clientes do interior do Estado de São Paulo. A empresa são-roquense atende também uma gama de clientes do Rio de Janeiro.

PASSEIOS

Para quem vai com a família, o Centro Cultural Brasiltal é uma parada importante. Construídos em 1890, os prédios antigos ocupam uma área verde onde existia uma fábrica têxtil. Atualmente o local conta com uma biblioteca pública municipal e um centro cultural, onde são realizados cursos de música, artes cênicas, artes plásticas, dança e outras atividades.

Além disso, uma trilha ecológica de 2,5 quilômetros chamada de Caminho das Águas é cercada de Mata Atlântica e canais que cruzam o percurso.

Outra parada obrigatória é a Igreja Matriz. Construída no século XVII no estilo colonial barroco, passou por várias reformas até que, em 1937, deu lugar à atual. O templo, além de ser um dos mais belos do estado, é o maior do Brasil dedicado a São Roque.

As paredes e vitrais da igreja retratam a vida e a morte do padroeiro da cidade. Já o teto do lugar possui imagens como os símbolos de fé, esperança e caridade.

TERRA DO VINHO

Quem gosta de viagens com roteiros gastronômicos não precisa ir muito longe. Localizada a apenas 60 quilômetros da Capital, São Roque é a cidade do vinho e das alcachofras. Além disso, a Estância Turística é um ótimo passeio para toda a família pois é possível conciliar roteiros religioso, cultural e gastronômico.

No conhecido Roteiro do Vinho, há 31 estabelecimentos distribuídos por três vias. Os visitantes podem degustar a bebida, visitar sítios, ranchos, pesqueiros, plantações de uvas e alcachofras, adegas e ainda saborear comidas típicas da região.

A produção vinícola da região é antiga e começou no século 17, quando imigrantes portugueses passaram a cultivar videiras às margens dos rios Carambeí e Aracaí. A cultura teve continuidade com os imigrantes italianos, que chegaram dois séculos depois. Atualmente, são comercializados 18 milhões de litros de vinho por ano.

SÃO ROQUE 

Sou um título

Sou uma descrição. Clique aqui para editar-me.